Silva, Vitor

From Wikipédia de Autores Algarvios
Jump to: navigation, search

Vitorsilva.jpg

  • Vitor Manuel Maria Parreira Silva

Faro, 21/12/1943
Cantor, músico com dezenas de Álbuns/CD publicados
Foi aluno da Escola Industrial e Comercial de Faro / Escola Secundária de Tomás Cabreira nos anos 50 do século XX.

  • A Lagartixa

[1]Quem nasceu p'ra lagartixa nunca chega a jacaré
Há muitos que querem sê-lo mas não sabem como é
[1]
[2]Tanta gente a querer subir sem saber p'ra onde vai
[2]
[3]Uns sobem até cair outros andam num cai não cai
[4]É preciso ter coragem p'ra esta vida enfrentar
[5]Mesmo quem é lagartixa encontra nela um lugar
[6]Ai pois é, pois é, pois é, pois é
[1] [1]
[7]Minha vida fui levando de acordo com a maré
[7]
[8]posso não ser lagartixa nem tampouco jacaré
[9]há que ter muito cuidado mesmo sabendo nadar
[10]não se deve entrar na água sem ter pé p'ra lá chegar
[6] [1] [1]
[11]Tanta gente nesta vida com sete pedras na mão
[11]
[12]Que nascendo lagartixa se fazem camaleão
[13]Não sei bem como conseguem fazer tal transformação
[14]Mas o certo é que parecem ser aquilo que não são
[6] ... [11] [11] [12] [13] [14]
[6] [1] [1] [1] [1] [1] [1]
Vitorsilva-alagartixa.jpg


  • Breve biografia:
Vitor Silva, nome artístico de Vitor Manuel Maria Parreira da Silva é um cantor português, interprete de alguns sucessos de sua autoria como “Lagartixa”, “Por isso esquece”, Barco parado”, “Se já estás farta” e outras melodias.
Em 2013 foi candidato à presidência da Câmara Municipal de Faro pelo Movimento "Portugal Pró-Vida".
Desde muito novo que se revelou no campo da música começando a actuar muito cedo em festas. Durante quinze anos organizou o Festival da Canção do Sul que abandonou em 2006 e mais recentemente começou a organizar o Concurso de fados do Concelho de Faro. Fez várias digressões pelo estrangeiro sempre com grande sucesso. Em 2020, o autor, compositor e intérprete Vitor Silva está a comemorar 60 anos de carreira lançando recentemente o seu CD nº 50, “O Grito do Tarzan”, com temas da sua autoria.E em período de confinamento, deu largas à imaginação e utilizando as plataformas Skype e Youtube, gravou uma pequena música, apelando a que todos ‘Fiquem Em Casa”, o melhor remédio para combater o Covid-19.


EP - Jamais Saberei /1963- Editora Alvorada
K7 - De Mulher em Mulher /1990 - Editora Henda Records/USA
K7 - Vitor Silva-Lagartixa/1991- Editora Discossete/Portugal
Single - Lagartixa / 1991 -Editora Discossete /Portugal
LP - Paz na Cama/ 1991
Cd 1 - Vitor Silva /1992
Cd 2 - Obrigado /1994 - Editora Genisom /Portugal
Cd 3 - Carnaval/ 1996
Cd 4 - Canta Comigo /1997-Editora Sons & Vozes /Portugal
Cd 5 - Festival da Canção do Sul/1997
Cd 6 - Melodias Portuguesas de Ouro /1998
Cd 7 - Cantar Lisboa / 1998
Cd 8 - Voando em Olhos azuis/ 1999
Cd 9 - Um grande abraço português/ 1999
Cd 10 - Sucessos Bailantes /1999
Cd 11 - Coração Latino/ 2003
Cd 12 - Aventureiro/2004
Cd 13 - Porque será que as mulheres…/ 2004
Cd 14 - Com a Guitarra na cabeça/2005
Cd 15 - Je suis Romantique/2006
Cd 16 - Mulheres, atirem-se a eles /2007
Cd 17 - Simbiose-Fados dos Brasis/2008/Atlantic Records/- Alemanha
Cd 18 - Portugal é um país porreiro, Pá! / 2008/ Sons & Vozes
Cd 19 - Corações rotos /2008
Cd 20 - Num quarto de Hotel/2008
Cd 21 - Verão quase total /2009
Cd 22 - Os fados do meu fado/2009
Cd 23 - De Sucesso em Sucesso- The Best of/2009
Cd 24 - Romantissimo/2010
Cd 25 - Sou Açoreano /2010
Cd 26 - Cambalacho /2010
Cd 27 - Vitor Silva em Dueto /2010
Cd 28 - Com Portugal no Coração/ 2010
Cd 29 - Minha querida Madeira /2011
Cd 30 - Sons de Verão / 2011
Cd 31 - Um canto ao Algarve / 2011
Cd 32 - Mixelândia /2011
Cd 33 - Música pra pular Portuguesa /2012
Cd 34 - Tudo preso por um fio /2013
DVD - Espectáculo dos 50 anos de carreira - 2009


  • Veja mais sobre Vitor Silva nos seguintes links:

- Página oficial de Vitor Silva.

- 2020 - - No blogue Cont'Arte

- 2020 - - Notícia no regiao-sul.pt: Vitor Silva lança música "Fiquem em Casa" - com vídeo.

Cantorvitorsilvasite.png

  • in https://arquivo.pt

- 2003 - Vitor da Silva e outros artistas no Festival da Canção de Lagoa, em 2003.

- 2008 - Lista das música do disco (CD) Popular Mix de 1992, que é uma coletânea de canções de muitos artistas, entre as quais a Largartixa de VS.

- 2010 - Notícia no regiao-sul.pt: Vitor Silva acaba de lançar novo CD "50 Anos de canções".

- 2011 - Página Pessoal de Vitor Silva.

- 2011 - Artigo sobre Vitor Silva em "Os Costeletas".

- 2012 - [https://arquivo.pt/wayback/20120205040540/http://www.regiao-sul.pt/noticia.php?refnoticia=123875 Notícia na regiao-sul.pt: Cantor farense Vitor Silva prossegue tournée

"Volta ao Mundo em 80 Espectáculos".]

- 2013 - Notícia no jornaldoalgarve.pt: Autárquicas: Cantor Vitor Silva é candidato à presidência da Câmara de Faro.

- 2014 - Notícia no jornaldoalgarve.pt: Vitor Silva em concerto solidário a favor do CASA.

- 2014 - Notícia no algarpress.net: Vitor Silva - a voz mais internacional do Algarve, de novo no Canada.

- 2014 - Notícia no barlavento.pt: Concerto solidário do cantor Vitor Silva em Faro (neste concerto Vitor Silva comemora os 55 anos de carreira e contará com a participação especial de Ilda Castro, Isabel Frade, Sara Gonçalves, Tony Ribeiro, Kristino, Tony das Favelas, Luís Rocha e Nestor, sendo o mesmo concerto apresentado por Celeste Martins, Jaime Ferreira de Carvalho e José Pereira).

- 2015- O texto seguinte pertence ao Facebook de Vitor Silva no seguinte link:

  • "Índice

1 Biografia
2 Particularidades
3 Discografia ver acima
4 Televisão
5 Ligações externas

  • Biografia

Vitor Silva iniciou a sua actividade de cantor muito novo. Por volta dos 6 anos, apresentou-se pela primeira vez (em cima de uma cadeira para conseguir chegar ao microfone e todos o verem) interpretando o “Fado Hilário” na Casa do Alentejo, em Faro, dado que seu pai era alentejano e fazia parte da direcção da referida sociedade.
Após o inicio escolar do secundário, revela-se nos diversos espectáculos que se realizavam em Associações e Clubes por toda a cidade, em especial, no salão da Acção Católica. Numa altura em que a musica italiana surgia com muita força através dos festivais de São Remo, via televisão, junta-se ao “Conjunto Aníbal Lima“ e faz bastante sucesso pela província em bailes, pelo género musical de ritmos mais modernos que apresenta, continuando já na mesma perspectiva com uma banda sua “Vitor Silva e os Kaisers”.
Actua em 1959 ao lado da grande voz romântica portuguesa da época Tony de Matos, e após o regresso deste do Brasil onde obteve enorme sucesso.
Seus ídolos desse tempo foram e continuam sendo, Domenico Modugno, Tony Dallara, Gianni Morandi, Marino Marini, Litlle Tony e outros cantores italianos, assim como também alguns de língua castelhana como Antonio Prieto, Rafael e dos franceses Polnareff, Jony Holiday de entre os muitos que eram ouvidos nas rádios e em singles ou Lps , ao tempo.
Tem a possibilidade de aparecer pela primeira vez na Televisão, no programa “O Eleito da Quinzena”, em que os artistas eram escolhidos pelo publico através do envio de postais do correio. Actua assim na Rádio e Televisão de Portugal (RTP), ainda a preto e branco, conseguindo ter a maioria de votos na terceira semana de programa o que lhe valeu a conquista do referido troféu, imitando este os Oscars de Holywood. Fora do Algarve e ao vivo, estreia-se perante o grande publico num concurso a nível nacional promovido pela revista Rádio e Televisão (Vedetas Precisam-se-1962) ganhando o primeiro prémio de música ligeira, na final realizada no Pavilhão dos Desporto de Lisboa. Interpretou nessa noite a canção italiana “Te diró” e o prémio, abriu-lhe o caminho para gravar um EP com os outros vencedores e um contrato para actuar na Tágide em Lisboa e no Palm Beach em Cascais. “Jamais saberei” foi a canção de sua autoria gravada no EP, com arranjos e direcção de orquestras do Maestro João Nobre, em edição da Editora Alvorada.
É este um período de procura de uma carreira que previa não ser fácil, embora a juventude e a sua força de vontade o tenham ajudado a superar muitas vicissitudes e respostas negativas. Em 1963, por sua iniciativa, desloca-se á Madeira sem qualquer contacto mas onde consegue actuar em diversos locais com a excepcional banda “Os Incríveis” conhecendo igualmente os componentes do magnifico Conjunto Académico de João Paulo, incluindo Sérgio Borges .
Após a tropa de 2 anos em Portugal e mais 2 em Angola, regressa a casa, com 26. Depois do seu casamento, liberta-se um pouco da musica em termos de espectáculos mas vai compondo imensas melodias com letra e musica de sua autoria, que mais tarde irão fazer parte do seu espólio discográfico.
Com 45 anos desloca-se aos Estados Unidos onde fica “emigrado” em Fall River e New Bedford - Massachusetts e durante esses dois anos em que vive na América, retoma com força a sua actividade musical em clubes e restaurantes, trabalhando durante a semana e actuando aos sábados e domingos, quer neste estado, como no de Providence, New Jersey, Nova York e Florida, produzindo e guardando imensas canções e fados. Aqui, grava pela primeira vez, na editora Henda Record, em K7 o seu futuro tema que lhe dará mais tarde, já no seu país, disco de ouro - “A Lagartixa”.
De volta a Portugal tem então a oportunidade de gravar na Discossete um single com dois temas de sua autoria- “A Lagartixa” e ”De mulher em Mulher” que o faz voltar á televisão e retomar o circuito de espectáculos por todo o país e também no estrangeiro. Grava de seguida novo trabalho com um sucesso brasileiro que chega a todas as rádios e que os organistas a tocam em todos os bailes do país- o nome do tema é “Paz na Cama”, que lhe dá não só o Disco de Prata como o segundo lugar na votação do publico, produtores e locutores de programas da Rádio Comercial.
A Discossete lança então o seu primeiro LP e logo a seguir, o seu primeiro Cd. com 21 temas sendo 18 de sua autoria. A partir desta altura mas sempre radicado em Faro/Algarve onde vive com a familia (mulher e dois filhos), actua em diversos programas da RTP (Feira da Musica, Programas da Feira, Praça da Alegria e outros) assim como em diversos espectáculos por todo o país e estrangeiro com especial referência para as Comunidades Portuguesas.
Depois da Discossete, muda de editora e grava na Genisom, a qual não corres-ponde ás suas perspectivas, embora o Cd. “Obrigado“, tenha tido bastante aceitação por parte do público, em especial, o radiofónico. Resolve então criar a sua própria editora - “Sons & Vozes”, onde começa a editar todos os seus Cds, 34 até esta data, incluindo nos mesmo cerca de 150 canções com letra e musica de sua autoria. Envolve-se ainda na realização do Festival da Canção do Sul-Algarve durante 15 anos (1991/2006) , efectuado-o em todas as cidades algarvias nos meses de verão, com o apoio das Câmaras Municipais em diversos espectáculos eliminatórias e finalíssimas, trazendo aos palcos algarvios centenas de novas canções e novas vozes, algumas hoje em destaque na musica portuguesa.
Começou em 2011 uma tourné - “Volta ao Mundo em 80 Espectáculos”, tendo-a iniciado em outubro no Brasil, Uruguay e Argentina, com continuidade em 2012 em Moçambique, Swazilândia, Namibia, África do Sul, Austrália, Estados Unidos, Canadá, França e Suiça, seguindo em 2013 a sua apresentação em outros países.
Vencedor do concurso “Vedetas precisam-se” (1962).
Troféu do programa Eleitos da Quinzena (1962).
Actuação na Televisão dos Estados Unidos, apresentando pela primeira vez a sua musica dedicada a Martin Luther King - “Eu tive um sonho“, pela qual recebeu os agradecimentos da sua viúva Loretta King (1989).
Grande reportagem no jornal americano “The Standard Times” (1989).
Troféu Caravela de Prata - Concedido pela Associação Portuguesa de Royal Palm Beach (1991).
Medalha da Círculo Cultural e Recreativo Algarve-Alentejo de São Paulo, Brasil (1992).
Deslocação à Venezuela com actuação em Caracas, Turumo e Guanare na Comemoração dos 500 anos da Fundação do Estado de La Portugueza.
Medalha de Prata da Cidade de Faro (2009).
Espectáculos dos seus 50 anos de carreira em Faro, no Teatro Municipal - em São Paulo, na Casa de Portugal - Comodoro Rivadavia, Argentina, na Associação Portuguesa (2009).
Festival Internacional de la Canción de las Islas Canarias - Semifinalista com a canção “Basta Querer” (2009).
Actuação especial em Caleta Olívia, Argentina, no espectáculo comemorativo dos 100 anos da descoberta do petróleo na Patagónia e em representação da Comunidade Portuguesa em Comodoro Rivadavia (2010).
Nova deslocação á Argentina para actuação no Clube Português de Buenos Aires, no aniversário do Jornal Português e actuação especial em Trelew (2011).
Início da tournée “Volta ao mundo em 80 Espectáculos” em outubro de 2011, no Brasil seguindo-se o Uruguai e Argentina. Em 2012 em Moçambique, Namíbia, Africa do Sul, Austrália, Estados Unidos, Canadá, França, Suiça e outros países.

  • §Discografia (ver acima)
  • §Televisão

Os eleitos da Quinzena (PORTUGAL - RTP)
Feira da Música (PORTUGAL - RTP)
Programas da Feira Popular (PORTUGAL - RTP)
Praça da Alegria (PORTUGAL - RTP)
Portugal no Coração (PORTUGAL - RTP)
Jornal da manhã (PORTUGAL - RTP)
Querida Júlia (PORTUGAL - SIC)
Alô, Portugal (PORTUGAL - SIC)
Cantantes Latinos (VENEZUELA Caracas - Canal Sete)
Entrevista e actuação (ARGENTINA Bs. As. - Canal 10)
Entrevista e actuação (TRELEW - Canal 5)
Programa Mulheres (BRASIL São Paulo - Rede Gazeta)
Portugal das Caravelas (BRASIL - Canal especial)"