Olívio, Tito

From Wikipédia de Autores Algarvios
Jump to: navigation, search

TitoOlivio.jpg

Tito Olívio

  • Tito Olívio Henriques

Vila Cova do Covelo, Penalva do Castelo, 23 de Março de 1931.
Vive em Faro
Fez a instrução primária na Escola de S. Sebastião da Pedreira, o curso liceal no Liceu de Camões e a licenciatura em engenharia civil no Instituto Superior Técnico.
Como engenheiro exerceu funções em diversas empresas e Câmaras Municipais do País
Foi Professor do ensino técnico nas Escolas de Silves e de Faro e do ensino liceal no Liceu de Faro.
Poeta. Escritor. Ensaísta. Editor.


  • Dama da Noite - in facebook do autor O MEU POEMA DE DOMINGO (Faro, 14-11-2015)

A dama da noite daquele jardim
Atira à janela o perfume pra mim.
De dia, não cheira. Não gosta da luz.
Vestida de verde, com mais de mil braços,
Na sombra se esconde, fingindo ser traços,
Tão finos e leves de quem não seduz.
É dona singela, vivendo encolhida
Na esquina da rua, ali, onde passa
A gente apressada, que nem vê a graça
Daquela beleza de verde vestida.
Perfume fragrante que não tem irmão,
Nem mesmo na rosa de tão rica fama,
Se abro a janela, me encanta, me chama,
Mas é só de noite, qual uma oração.
Talvez que por isso eu faço estes versos
E canto à capela com minha voz dura.
Quem passa lá fora e parar à procura
Não vai escutar meus desejos perversos.
Na esquina da rua, finíssima dama
É sempre de noite que odora e me chama.


  • Biografia
Estudou Sociologia em ISCTE Lisboa em 1981.
Publicou vários trabalhos nas áreas da sociologia da educação e de sociologia política.
Vive no Algarve desde 1960, onde se dedica à prestação de diversos serviços graciosos, de carácter sócio-cultural.
É escritor e poeta, colaborou, desde os 20 anos, em jornais diários e regionais, publicou vários livros, em verso e em prosa, e obteve diversos prémios em Jogos Florais do País e do Brasil, tendo um romance inédito a que foi atribuída a única Menção Honrosa do Prémio Eça de Queiroz-91..
Também escreveu livros técnicos, contos, poemas, ensaios, crónicas, romances e novelas, e editou nomeadamente através do projeto CADERNOS DE SANTA MARIA.
Segundo a Wikipédia "Trata-se de uma publicação não periódica e sem fins lucrativos originada pelo próprio poeta em 1987. O projecto pessoal cresceu e ao longo destes 26 anos foram publicados outros 19 autores. Até à data conta com 114 números, sendo o número 100 uma Antologia poética publicada em 2010.Os Cadernos foram um sucesso imediato, e a publicação de vários números foi anunciada na imprensa regional através de críticas literárias do Professor José António Pinheiro e Rosa"
- in Wikipedia


  • Bibliografia:

O Romance do Homem Solitário1963
Sonetos Proibidos e Outros Poema1983
Roteiro do Algarve1983
Divisão Administrativa do Algarve1983
Algures... Alguém1987
A Democracia que temos1988
Contradições da Democracia1989
Cantata para um corpo-Formas de fumo1990
A Gota de Água1999
Flor de Luz1993
Ode a Penha Garcia 1994/95
Justiça Social1995
Sombra Desfeita1996/97
A Cauda do Cometa1997/98
Lenda do Moliceiro1997/98
Guia Prático do Poeta1999
E Agora?...2000
Os Anos Dourados do Volfrâmio2001
Mudar é preciso2002
Diabruras da Minha Pena2003

RomanceHomemSolitario.jpg

Livros em versão eletrónica:

E depois do Amanhã
Quando acaba o Infinito
Sinfonia com Olhos Azuis
Poemas Floridos no Lago de Ti
Mulheres Sem Verão
Para Quê, Helena?
Contos
O Abraço Azul

Livroseletronicos.png

in Infacebook.png

- José Carlos Vilhena Mesquita, em 23 de Março de 2019 publica no seu facebook um testo de homenagem ao seu amigo Tito Olivio do qual salientamos o primeiro parágrafo: "Hoje faz 88 anos de vida o meu querido amigo Tito Olívio Henriques, um dos maiores poetas portugueses do nosso tempo. Tenho um enorme orgulho na sua amizade e, sobretudo, em comungar dos seus valores de honradez, de integridade moral, de probidade, de civismo, de patriotismo e de ilustração intelectual - que pede meças à maioria dos universitários e cientistas deste país."

  • Prémios

Premiotitoolivio.jpg

O Rotary Club de Faro instituiu o “Prémio de Poesia Tito Olívio”, em 2017, para se realizar nos anos pares, com início no ano de 2018. O objetivo é incentivar a produção literária de Poesia, contribuindo para a defesa e enriquecimento da Língua Portuguesa e também para homenagear o poeta e escritor Tito Olívio, que vive na cidade há mais de 50 anos e é o mais antigo rotário algarvio.
Na edição de 2018, foi atribuído o prémio ao livro "As Lições de Canto dos Pássaros", de Tiago Trindade Cruz.

  • Do seu vasto currículo constam mais de 120 prémios literários, internacionais e nacionais, entre os quais se destacam:


Prémio Cidade de Olhão-Prosa
Menção Honrosa no Prémio Eça de Queiroz (Lisboa) – 1991
Menção especial no Prémio Revelação Manuel Teixeira Gomes (Portimão) – 2004.
Medalha de Mérito da Cruz Vermelha Portuguesa (1973)
Medalha de Ouro de Mérito da Câmara Municipal de Faro (2011) por toda a sua dedicação, trabalho e obra pro bono de apoio a projectos sociais da cidade de Faro.
Figura no "Dicionário Cronológico de Autores Portugueses""

  • Veja mais sobre Tito Olívio nos seguintes links:


- Texto dos "Confrades da Poesia" sobre a vida e obra de Tito Olívio e alguns dos seus poemas.

- Poema do Pijama publicado pelo jornal "+Algarve" em 2020

- Página do site "Poetas del mundo" com a sua biografia e alguns dos seus poemas

in https://arquivo.pt:

- Página pessoal de Tito Olívio no sapo.pt, apenas acessível pelo serviço arquivo.pt.