Nobre, Antero

From Wikipédia de Autores Algarvios
Jump to: navigation, search

Anteronobre.jpg

Antero Odorico Pacheco Nobre
Moncarapacho, Olhão, 14/10/1910 - Olhão, 1997.
Historiador, jornalista e político.
Fez a instrução primária em Olhão e em Faro frequentou a Escola Primária Superior e o Liceu de Faro / Escola Secundária João de Deus.

  • Excerto - Antero Nobre sobre João Lúcio na publicação O Poeta João Lúcio - Apontamento biográfico, página 8.

"Nesta última Sociedade [Recreativa Olhanense] a sua obra foi também notável e de grande influência na elevação do nível cultural no meio olhanense e até no bom nome deste para além dos limites locais e regionais. Recitais, concertos, conferências, leituras comentadas de escritores e poetas portugueses e estrangeiros, concursos literários, comemorações de acontecimentos importantes da vida local e nacional, tertúlias literárias e poéticas, estas reunindo o que de mais culto havia na sua terra e até nas vizinhas. - de tudo isto ali tomou a iniciativa, organizou, realizou e manteve durante anos. Algumas destas iniciativas tiveram repercussão até nos meios cultos da capital do País, como por exemplo a Comemoração do Centenário de Almeida Garret, cujo alto nível cultural foi reconhecido pela imprensa lisboeta e fez com que a Sociedade fosse convidada a tomar parte nas Comemoração Nacionais do mesmo Centenário, tendo por isso João Lúcio sido, até, um dos oradores da memorável sessão de encerramento, no Teatro Nacional de Lisboa, que então, como hoje de novo, tem o nome do grande poeta, romancista e dramaturgo".

  • Breve Biografia
Antero Nobre  intelectual olhanense, cidadão empenhado que chegou a ser Presidente da Câmara Municipal de Olhão entre 1950/1953. Foi redactor principal do Correio do Sul, de Faro, do Correio Olhanense e do O Olhanense e chegou a exercer o magistério.
Antero Nobre recebeu em homenagem medalhas da autarquia em 1969 e em 1984, fazendo o seu nome parte da toponímica da cidade.
"Aos seis anos vem para Olhão onde frequenta a instrução primária. [...] Vai para Faro e frequenta a Escola [Primária Superior, até ao terceiro ano. Era o aluno dileto do Dr. Francisco Fernandes Lopes. Passa para o Liceu". in Quem é Quem em Olhão de João Villares.


  • Bibliografia

(in site da APOS - olhaocubista.pt)

Capas-antero-nobre.jpg
Publicações em jornais:

As Populações Urbanas e a Guerra, Faro, 1942
No Juramento de Bandeiras, Tavira, 1942
Pola Ley e Pola Grey, Faro, 1944
Acto de Presença, Acto de Juventude, Acto de Fé!, Tavira, 1945
Quarenta anos depois do 28 de Maio, Faro, 1966<br /

Publicações sobre Olhão:

Santo Cristo de Moncarapacho, Faro, 1931
O Homem que venceu o Mar (Patrão Joaquim Lopes), Faro, 1951
Cartas de Portugal para o Algarve, Vila Real de Sto antónio, 1951
Do Logo de Olham à Vila de Olhão da Restauração, Lisboa, 1959
As Justiças de Olhão, Lisboa, 1966
O Termo de Olhão, Olhão, 1974
O Brasão de Armas da Vila de Olhão da Restauração,Olhão, 1974
O poeta João Lúcio, Olhão, 1982
A População Olhanense - sua origem e evolução, Olhão, 1983
A Imprensa Periódica no Concelho de Olhão, Olhão, 1983
História Breve da Vila de Olhão da Restauração, Olhão, 1984
Subsídios para uma Bibliografia Olhanense, Olhão, 1985
''Cronologia Geral da História de Olhão da Restauração, Olhão, 1986
Heróis Olhanenses de 1808, Olhão, 1988
O Doutor Fernandes Lopes, Olhão, Separatas de "A Voz de Olhão", 1984

Publicações sobre S. Gonçalo de Lagos

O Pescador que quis ser Monge e foi Santo
O Túmulo de S. Gonçalo descoberto em Torres Vedras, Faro, 1961
Breves Apontamentos sobre S. Gonçalo de Lagos e o seu culto, Faro, 1961
S. Gonçalo de Lagos e o tempo presente, Lagos, 1978

Publicações sobre escutismo:

O movimento escutista e o movimento desportivo, Lisboa, 1933
O escotismo em Portugal, Queluz, 1933
A vida maravilhosa de Baden-Powell, Entroncamento, 1937
Escoteiro um dia, escoteiro toda a vida, Olhão, 1952
O escotismo, sistema de educação integral, Faro, 1974

  • Veja mais sobre Antero Nobre nos seguintes links:

- No site APOS - olhaocubista.pt.

  • in Logo-arquivo-pt.png:

- 2001 -Artigo da aind.pt que refere o quinzenário "O Olhanense" e "A voz de Olhão de Antero Nobre.

- 2001 -Página da CM Faro onde se menciona que "O II Concurso Literário da Academia Antero Nobre foi apoiado c/ 100 mil escudos."

- 2003 -Página com o Hino de Olhão.

- 2003 -Artigo sobre o semanário literário "Serões Académidos", editado em Faro, em 1931 com a direção de Antero Nobre. Este "semanário literário. Iniciou a sua publicação a 25 de Março de 1931. Segundo informações, só se publicou um número. Era propriedade de professores do Liceu Nacional de Faro, onde funcionou a sua redacção. Era dirigido por Antero Nobre. Foram redactores António Drago, natural de Castro Marim e José de Sousa Uva, natural de Faro. Composto e impresso na tipografia de A Moca... em Faro".

- 2004 -Artigo sobre o quinzenário "Aldeia (A Nossa)" editado, em Moncarapacho, Olhão, por volta de 1930 com a direção e edição de Antero Odorico Pacheco Nobre e José Fernandes Mascarenhas.

- 2010 -Entrevista do jornalavezinha.com com uma entrevista ao poeta Aníbal Nobre, que entre outros assuntos fala da Academia Antero Nobre, da qual foi fundador e é diretor e que tem o nome do seu pai. Também são referidos o Concurso Literário anual promovido pela Academia e a transferência desta de Olhão para Porto de Mós.]