Estanco, Maria José

From Wikipédia de Autores Algarvios
Jump to: navigation, search

José estanco.png José1.jpg

  • Maria José Brito Estanco Machado Luz

Loulé, 26/03/1905 - Lisboa, 30/08/1999.

Arquitecta. Professora. Ativista pelos direitos das mulheres.

Notas Biográficas

Maria José Estanco foi a primeira mulher portuguesa a licenciar-se em Arquitectura,em 1942, após se ter inscrito inicialmente em Pintura, tendo recebido o prémio do "Melhor Aluno de Arquitectura". A opção pela Arquitectura adveio de uma estada no Brasil, onde permaneceu durante dois anos, tendo assistido ao nascimento da cidade de Marília, a nordeste de São Paulo, onde trabalhou com o engenheiro belga que dirigia a obra. Na sua tese de licenciatura defendeu o projecto arquitectónico daquele que veio a ser o primeiro Jardim-Escola João de Deus a ser construído no Algarve. Contudo, o facto de ser mulher condicionou o seu acesso ao mercado de trabalho, vendo negada a entrada nos diversos gabinetes de arquitectura, existentes à época, o que a impediu de exercer a profissão. Perante tal facto, dedicou-se à decoração de interiores, mas não sem antes ter executado um dos seus poucos projectos arquitectónicos, uma casa em São Pedro de Muel. Exerceu a docência nos liceus D. Filipa de Lencastre, Maria Amália Vaz de Carvalho, Passos Manuel e no Instituto de Odivelas, ao qual ficou profunda e emocionalmente ligada. E ainda ensinou desenho e pintura a reclusos do Estabelecimento Prisional do Linhó, gratuitamente. Foi uma ativista pela igualdade dos direitos das mulheres, causa onde se empenhou convictamente tendo pertencido à Direção do Conselho Nacional para a Paz, ao Conselho Nacional para a Paz (secção de desarmamento) e foi membro do Movimento Democrático das Mulheres (MDM).