Davim, Joaquim Rodrigues

From Wikipédia de Autores Algarvios
Jump to: navigation, search

JOAQUIM-RODRIGUES-DAVIM.jpg

Joaquim Rodrigues Davim
Águeda - 31/03/1869 / Faro - 05/01/1923

  • A CIDADE DE FARO E OS SEUS VISITANTES


Estas galas que visto, o mágico esplendor
de luz e beleza e graça e d'harmonia,
este mar que me embala em cânticos d'amor,
e o próprio sol que o céu em feixes d'oiro envia,

Este solo bendito atapetado a rosas,
estas noites do sul cravadas de diamantes,
- perfumadas; manhãs subindo gloriosas,
- poentes triunfais descendo em cambiantes

Tudo isto que eu tenho, e muito mais tivera,
é só para vos dar em leda sandação:
-os aromas subtís da minha primavera,
-as bençãos do meu grato e forte coração!

Ide, e dizei lá fora, onde vos levar
o destino, a ventura, o vosso afeto caro,
na harmonia feliz do vosso amado lar,
as belezas da nobre e hospitaleira Faro.

Eu vos saúdo, pois; e em dias não distantes
dirigireis aqui, de novo, os vossos passos:
e eu vestirei também as galas mais brilhantes,
para abrir-vos, sorrindo os amorosos braços.

  • O beijo

Versos de Davim.
Música de José Elyzeu.

Rapazes:

Eu tinha uma vontade
Vontade não sei de quê;
Vontade de dar um beijo,
Na boquinha de você.

Tricanas:

Se tem muito essa vontade
Satisfaça-a lá consigo,
E depois o resultado,
Não será nada comigo.

ESTRIBILHO

N'ardência das voltas
Bailai tranças soltas,
Suspensas, revoltas
Em ondas d'ardor.
A' luz das fogueiras,
Os seios palpitam
E os lábios s'agitam
Falando d'amor.

VersosRodriguesDavim.JPG

  • Notas Biográficas

Formado em Direito pela Universidade de Coimbra em 1895, a partir de 1899 fixa residência naquela cidade, onde, para além do exercício de advocacia, é convidado a desempenhar diversas funções de relevo político e sociocultural. Assim, foi nomeado Administrador do Concelho, foi membro da Junta Distrital, Reitor do Liceu de Faro e Presidente da Instituto Arqueológico do Algarve. e um dos fundadores, em 1920, da Ordem de Santa Maria do Castelo, em Tavira, Ordem de que foi Cavaleiro. Foi ainda sócio efectivo da Academia das Ciências de Portugal e do Instituto Histórico do Minho.
Enquanto isso vai-se afirmando como poeta e escritor de nomeada. Em termos jornalísticos assinou vasta colaboração publicada, sobretudo, na imprensa algarvia da época, tendo sido um dos colaboradores do número único do Jornal “12 de Agosto” publicado naquela mesma data, em 1889, em Águeda, dedicado à memória do tribuno José Estêvão.
A Câmara Municipal de Faro, em finais Janeiro de 1928, por proposta do seu vice-presidente, Dr. Justino de Bivar Weinholtz, decidiu atribuir o nome daquele antigo notário e conceituado poeta a uma das ruas do novo bairro situado no Alto Rodes.
in http://agueda.bibliopolis.info/Catalogo/Autores-Locais/ModuleID/1497/ItemID/1073/mctl/EventDetails

  • Pode ler no link abaixo um artigo de Joaquim Rodrigues Davim , atualizado segundo o novo acordo ortográfico, Gomes Leal publicado no Jornal A Vida Portuguesa, nº 14 de Junho de 1913



  • Bibliografia

- Sombras, 1889
- Morta, 1898
- Ode aos Artistas, 1900
- Ode aos Heróis, 1908
-Telas Rústicas

Colaborou em diversos órgãos da imprensa Algarvia: «Algarve e Alentejo» (1903), «O Algarve» (1908), «Correio do Sul» (1920), «Os Algarvios a João de Deus» (1924), etc.

  • Veja mais sobre Joaquim Rodrigues Davim nos seguintes links:

http://hdl.handle.net/10362/117593 Neste link, com o título "A produção literária impressa no Algarve durante os séculos XIX e XX" da autoria de Palma, Patrícia de Jesus,nas páginas 508 a 511 pode ler-se uma bio-bibliografia mais pormenorizada de Rodrigues Davim. As mesmas páginas podem ser consultadas no padlet da wikialgarve no seguinte link: https://padlet.com/wikialgarve2022/Bookmarks/wish/2221912394

https://promontoriodamemoria.blogspot.com/2010/04/joaquim-rodrigues-davim.html

https://tunauc.wordpress.com/2021/02/13/um-programa-da-tuna-farense-1903/ - programa de 1903, de um espectáculo da Tuna Farense, fundada e regida pelo tauquiano Alberto de Vasconcellos Moraes ( 1875 – 1932) que cursou Direito, em Coimbra, entre 1890 e 1897. O presidente da direcção é, o antigo estudante de Coimbra, Joaquim Rodrigues Davim.
Tuna Davim.JPG

https://1library.org/article/t-ipografia-b-urocr%C3%A1tica.qvxnw0gy - referências à participação de Rodrigues Davim em alguns órgãos da Imprensa algarvia

https://regiaodeagueda.pt/agueda-vintage-primeira-residencia-artistica-decorreu-na-casa-do-adro/ - “Águeda Vintage” é um projeto assente num trabalho de pesquisa e recolha documental, para a criação de um acervo de partituras, guiões, textos dramatúrgicos, gravações e demais materiais relativos à produção criativa de autores aguedenses, nas áreas da música, poesia e dramaturgia, que tiveram relevo na atividade cultural portuguesa daquele período.

https://www.arquivo.museu.presidencia.pt/details?id=55259 - Carta de Sousa Uva para o Presidente do Ministério e Ministro das Colónias, António José de Almeida, relativo a empenho na transferência do notário de Portimão, José António dos Santos para a vaga por falecimento do notário de Faro, Joaquim Rodrigues Davim.

http://www.patrimoniocultural.gov.pt/static/data/publicacoes/o_arqueologo_portugues/serie_1/volume_23/104_sul_portugal.pdf