Davim, Joaquim Rodrigues

From Wikipédia de Autores Algarvios
Jump to: navigation, search

JOAQUIM-RODRIGUES-DAVIM.jpg

Joaquim Rodrigues Davim
Águeda - 31/03/1869 / Faro - 05/01/1923

  • Notas Biográficas

Formado em Direito pela Universidade de Coimbra em 1895, a partir de 1899 fixa residência naquela cidade, onde, para além do exercício de advocacia, é convidado a desempenhar diversas funções de relevo político e sociocultural. Assim, foi nomeado Administrador do Concelho, foi membro da Junta Distrital, Reitor do Liceu de Faro e Presidente da Instituto Arqueológico do Algarve. e um dos fundadores, em 1920, da Ordem de Santa Maria do Castelo, em Tavira, Ordem de que foi Cavaleiro. Foi ainda sócio efectivo da Academia das Ciências de Portugal e do Instituto Histórico do Minho.
A Câmara Municipal de Faro, em finais Janeiro de 1928, por proposta do seu vice-presidente, Dr. Justino de Bivar Weinholtz, decidiu atribuir o nome daquele antigo notário e conceituado poeta a uma das ruas do novo bairro situado no Alto Rodes.


  • Bibliografia

- Sombras, 1889
- Morta, 1898
- Ode aos Artistas, 1900
- Ode aos Heróis, 1908

Colaborou em diversos órgãos da imprensa Algarvia: «Algarve e Alentejo» (1903), «O Algarve» (1908), «Correio do Sul» (1920), «Os Algarvios a João de Deus» (1924), etc.

  • Veja mais sobre Joaquim Rodrigues Davim nos seguintes links:

https://promontoriodamemoria.blogspot.com/2010/04/joaquim-rodrigues-davim.html

https://tunauc.wordpress.com/2021/02/13/um-programa-da-tuna-farense-1903/ - programa de 1903, de um espectáculo da Tuna Farense, fundada e regida pelo tauquiano Alberto de Vasconcellos Moraes ( 1875 – 1932) que cursou Direito, em Coimbra, entre 1890 e 1897. O presidente da direcção é, o antigo estudante de Coimbra, Joaquim Rodrigues Davim.
Tuna Davim.JPG

https://1library.org/article/t-ipografia-b-urocr%C3%A1tica.qvxnw0gy - referências à participação de Rodrigues Davim em alguns órgãos da Imprensa algarvia

https://regiaodeagueda.pt/agueda-vintage-primeira-residencia-artistica-decorreu-na-casa-do-adro/ - “Águeda Vintage” é um projeto assente num trabalho de pesquisa e recolha documental, para a criação de um acervo de partituras, guiões, textos dramatúrgicos, gravações e demais materiais relativos à produção criativa de autores aguedenses, nas áreas da música, poesia e dramaturgia, que tiveram relevo na atividade cultural portuguesa daquele período.

https://www.arquivo.museu.presidencia.pt/details?id=55259 - Carta de Sousa Uva para o Presidente do Ministério e Ministro das Colónias, António José de Almeida, relativo a empenho na transferência do notário de Portimão, José António dos Santos para a vaga por falecimento do notário de Faro, Joaquim Rodrigues Davim.

http://www.patrimoniocultural.gov.pt/static/data/publicacoes/o_arqueologo_portugues/serie_1/volume_23/104_sul_portugal.pdf