Campina, Maria

From Wikipédia de Autores Algarvios
Jump to: navigation, search

MariaCampinaFoto.jpgMaria campina.jpg


Maria de Sousa Pereira Campina Ruivo

Loulé, 18/01/1914 – Faro, 27/02/1984


  • Destaque Biográfico
Ilustre pianista reconhecida pelo seu talento, construiu uma carreira a nível nacional e internacional, tendo-lhe sido atribuídos vários prémios. Professora. Como pedagoga fundou em 1973, em Faro o Conservatório Regional do Algarve, que, atualmente, ostenta o seu nome. 


Maria Campina, como era conhecida, teve como tutores Luís de Freitas Branco e Varela Cid e concluiu o Curso Superior de Piano do Conservatório Nacional, com a classificação de mérito de 20 valores. Enquanto frequentou aquele Conservatório, Maria Campina foi premiada com todos os galardões para os melhores alunos, incluindo o 1º prémio do Conservatório Nacional, nunca alcançado por qualquer outro aluno daquele estabelecimento de ensino. Em 1949 participou num concurso internacional da Áustria, no Mozarteum de Salzburgo, onde competiu com quinze dos maiores pianistas mundiais da sua época. No concurso austríaco interpretou obras de Mozart e de Johan Sebastian Bach. O júri, por unanimidade, o que raramente repetiu, declarou-a vencedora. Na década de 1940 a Emissora Nacional emitia, diariamente uma programação cultural e científica, concertos de música clássica e ópera, com especial enfoque para a estação Lisboa 2. A estação tinha a sua própria Orquestra Sinfónica que Maria Campina integrava como solista e integrava também a Orquestra Ligeira da Emissora Nacional, que percorria o país numa descentralização cultural que deixaria os músicos atuais surpreendidos. Para além da atividade relacionado com as referidas orquestras Maria Campina também se apresentava na rádio em récitas individuais. Mas a pianista não se limitava à música, também escrevia para os jornais nacionais, era conferencista e interessava-se pela vida cultural do país. Quanto à sua atividade profissional na área académica Maria Campina de Sousa Pereira iniciou como professora num colégio de Lisboa, em 1939. Posteriormente, na década de 1940 integrou o corpo docente da Academia de Música, Belas-Artes e Línguas da Madeira. No ano letivo de 1946-1947. Fez o Curso de Piano e Composição, no Conservatório de Lisboa. Concorreu a quatro concursos de piano: o do Conservatório, o Rey-Colaço, o Beethoven e o Rodrigo da Fonseca tendo-os ganho todos. Tocou regularmente na Emissora Nacional a solo, em conjuntos de câmara e com orquestras nacionais e estrangeiras, percorrendo o país de Norte a Sul, e estrangeiro.
Após a morte do seu marido, António Pedro Ruivo, a Fundação Pedro Ruivo instituiu o Prémio Internacional de Piano Maria Campina a atribuir a alunos com talentos mas fracos recursos económicos.
Existe um Museu Maria Campina, aberto ao público, no Edifício sede do Conservatório Regional do Algarve Maria Campina, onde estão expostos objectos (e mobiliário) pertencentes à ilustre pianista.
In:recursosartisticos.madeira.gov.pt/index.php/projetos/d-musicos/biografia/131-pereira-maria-campina-de-sousa

  • Prémios e honras

- Primeiro Prémio do Festival de Música de Salzburgo (1949)
- Prémio Beethoven
- Prémio Rodrigo da Fonseca
- Prémio do Conservatório
- Prémio Rey Colaço
- Grau de Comendador da Ordem da Instrução Pública (1979)

  • Pode saber mais sobre Maria Campina nos seguintes links:

MariaCampinafoto.JPG

- Página do Dicionário de Músicos no Portal de Recursos para a Educação Artística sobre a vida e obra da pianista
- 2015 - Notícia do JA sobre a exposição “Maria Campina, a louletana que pôs Salzburgo de pé” realizada no Cine-Teatro Louletano, com informação sobre a vida da pianista.
- 2017 - Página sobre a vida e obra de Maria Campina.