Branco, António

From Wikipédia de Autores Algarvios
Jump to: navigation, search

AntonioBranco.jpg

  • António Manuel da Costa Guedes Branco

Angola, Malange - 16-1-61.
Poeta, músico, actor, encenador,escritor, professor do ensino secundário e do ensino superior, Professor Doutor da Universidade do Algarve, Reitor da mesma universidade ...

  • Biografia
"Nasci no dia 16 de Janeiro de 1961, em Angola (Malange), onde vivi até à idade de 9 anos A partir de 1970, a família emigrou, por motivos políticos, para Paris. Em França, prossegui, com a Mme. Labourgade, os estudos de Piano e Solfejo que tinha iniciado em Luanda com Maria Emília Leite Velho. De regresso a Portugal, depois do 25 de Abril, frequentei o Liceu D. Manuel (Porto), o Liceu de Oeiras e o Liceu D. Pedro V (Lisboa). Em 1978, fui admitido no Curso de Teatro da Comuna, mas acabei por me estrear já no Teatro do Mundo, grupo independente fundado por dissidentes da Comuna. Aí fui actor até 1983. Manuela de Freitas foi a minha mestra. Em 1981 e 1982, participei no Festival da Canção,com as cantigas Esta Página Em Branco de cuja música sou autor) e Tanto e Tão Pouco (com letra e música minhas), sob a direcção musical de José Mário Branco. 5 anos depois, ganhei o Prémio Especial do Júri, no Concurso de Poesia do Centro Nacional de Cultura. Em 1989, licenciei-me em Línguas e Literaturas Modernas- fui, por duas vezes, aluno de David Mourão-Ferreira. Dei aulas de Português no Ensino Secundário entre 1983 e 1990. Na Escola Secundária n° 2 dos Olivais, encenei uma adaptação minha de A Castro, de António Ferreira, cujo elenco era formado por professores e alunos. Depois,fui professor na Universidade de Macau (1990-1991). Ingressei, em 1991, como Assistente Convidado, na Unidade de Ciências Exactas e Humanas da Universidade do Algarve. Estou a preparar a minha Tese de Doutoramento, sob a orientação de Teresa Amado".
Autobiografia retirada da badana do livro Fugidia Comunhão, Lisboa 1996.
António Branco foi Reitor da Universidade do Algarve nos anos 2013 a 2017. Atualmente continua como Catedrático da mesma Universidade. Para mais informações consulte-se o seu currículo no seguinte link:
https://www.ualg.pt/sites/ualg.pt/files/gcp/eventos/antonio_branco_curriculum_vitae.pdf


  • Regresso


Correndo atrás do amor que já não tinha,
fui-te procurar onde não estás:
a cama que encontrei não era minha
nem minha a fome de comer voraz.
Quis comemorar a tua ausência
nos lábios do teu rosto reflectido,
mas nada arrebatou a minha crença,
em nada fui herói ou fui vencido.

Amei de amor sincero um outro corpo,
com pressa de afogar o longo adeus,
mas nada me provou que estava morto
o tempo em que os meus veios eram teus.
Lancei-me na vertigem de ser vento
(como se o que sou não fosse maré)
Estanquei as minhas margens, meu alento,
e só então caí a desmaiar.


Voltar a amar-te agora é recomeço
da guerra em que o meu nome se perdeu.
Pedir-te o que não deves, não te peço,
mas dá-me o que não pode ser só teu.
Fumando este cigarro meio aceso
regresso à tua casa, ao teu terreno.
Mas dói-me a ferida aberta do avesso
- e é duro o meu amor... e é sereno.

in Fugidia ComunhãoLisboa 1996


  • Bibliografia

-Fugidia Comunhão. Edição do Autor, Lisboa 1996

-Para uma reinterpretação do ‘teatro pobre’: a experiência d’ A Peste – Associação de Pesquisa Teatral. In Sinais de Cena. 16. Dezembro. Lisboa: CET/APCT, pp. 81-84.2011

-A criação da «terceira coisa»: um exemplo do efeito placebo na arte do ator. In J. Carvalho (coord.). Artes e ciências em diálogo. Coimbra: Grácio Editora, pp. 401-409.2013

-Para uma ideia de pedagogia teatral: leveza, rapidez, exatidão, visibilidade, multiplicidade. Revista Portuguesa de Educação. 27(1), pp. 55-77.2014

-Visita guiada ao ofício do ator: um método. Com prefácio de José Gabriel Trindade Santos e posfácio de Manuela de Freitas. Faro/Coimbra: CIAC/Grácio Editor.2015

-O exercício final enquanto lugar de aprendizagem: uma experiência teatral que envolveu alunos não atores e público Repertório.2019

-O processo de criação de Fando e Lis, de Fernando Arrabal: uma memória cartográfica Urdimento.2019

-A demanda da investigação artística: sobre um espetáculo teatral criado em contexto académico. European Review of Artistic Studies. 10(1), 1-27.2019

-Transitoriamente Reitor : intervenções públicas, 2013-2017 . Olhão : Sul, Sol e Sal, 2019. - 288 p. ; 23 cm. - Ed. comemoração dos 40 anos da Universidade do Algarve, 1979-2019.

- Discurso de tomada de posse como Reitor da Universidade do Algarve. - Loulé : Arquivo Municipal de Loulé, 2014. - 35, [2] p. : il. ; 21 cm. - (Caderno especial). - Ed. bilíngue em português e inglês.

- A língua portuguesa na era digital = The portuguese language in the digital age. António Branco... [et al.] ; org., ed. Georg Rehm, Hans Uszkoreit. - [Berlim] : Springer, cop. 2012 ([Lisboa : Faculdade de Ciências da Universidade]). - 85 p. a 2 colns : il. ; 28 cm. - (Livros Brancos, 2194-1416). - Ed. biligue em português e inglês.

- DAARC 2002 : 4th Discourse Anaphora and Anaphor Resolution Colloquium : proceedings / da DAARC... ; org. Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa ; ed. [lit.] António Branco, Tony McEnery, Ruslan Mitkov. - Lisboa : Colibri, 2002. - XXI, 247 p. a 2 colns. : il.

- Questão : revista do Departamento de Letras Clássicas e Modernas e do Centro de Estudos Linguísticos e Literários / Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, Universidade do Algarve ; [dir.] António Branco. - Nº 0 (2001)-. - Faro : Universidade do Algarve, 2001-. - 23 cm. - Periodicidade irregular

- Figura : actas / do II Colóquio da Secção Portuguesa da Associação Hispânica de Literatura Medieval ; coord. António Branco. - 1ª ed. - Faro : Universidade do Algarve, 2001. - 333, [2] p. : il. ; 21 cm. - (Línguas e literaturas ; 3). - Contém bibliografia.


  • Outros resultados de investigação em Artes, retirados da página do CIAC:

-2010 - Espetáculo de Teatro Fando e Lis, de Fernando Arrabal por A Peste – Associação de Pesquisa Teatral a 8 de Outubro no Grande Auditório da Universidade do Algarve, Faro com encenação e direção de atores de Branco, António.

-2011 - Espetáculo de teatro de Hugo SanchoPor termos falado tanto, ouvido tanto, penado tanto, brincado tanto, a partir de textos de Samuel Beckett a 9 de Maio no Laboratório de Teatro e Artes Performativas da F.C.H.S., Faro por A Peste – Associação de Pesquisa Teatral com encenação e direção de atores de Branco, António .

-2011 - Espetáculo de Teatro Fala comigo, a partir de uma peça de Tennessee Williams por A Peste – Associação de Pesquisa Teatrala 19 de Novembro no Laboratório de Teatro e Artes Performativas da F.C.H.S., Faro,com encenação direção de atores e e interpretação de Branco, António

-2012- Espetáculo de teatro Gogo e Didi, cantata com prelúdio e fugas, a partir de textos de Samuel Beckett por A Peste – Associação de Pesquisa Teatrala 25 de outubro, no Laboratório de Teatro e Artes Performativas da F.C.H.S., Faro com encenação, direção de atores de Branco, António


  • Veja mais sobre António Branco nos seguintes links:

- António Branco no site Bibliografia Nacional Portuguesa

-Notícia do jornal Algarve Primeiro sobre António Branco que foi Reitor da Universidade do Algarve entre 2013 e 2017

-Notícia sobre o Ex-reitor António Branco que é um dos novos apoiantes da candidatura de João Ferreira no Algarve.

-Página do Ciac com informação biográfica e profissional sobre António Branco.

-Notícia sobre a participação de António Branco, Reitor Da UAlg no programa Prós E Contras! em Novembro de 2014.

-Vídeo da entrevista de António Branco ao Público com o seguinte título "António Branco, foi actor e cantor, com passagem pelos concursos do Festival da Eurovisão, e entra em cena dentro de momentos como reitor da Universidade do Algarve (UAlG). Filho de António Jorge Branco (jornalista) e sobrinho de José Mário Branco, cantor, o novo reitor, que toma posse no próximo dia 18, promete correr riscos, apostar na internacionalização e avisa o Ministro da Educação, Nuno Crato, que será “determinado”".
-Noticia da Biblioteca Municipal de Loulé quando, no âmbito do ciclo “Livros Abertos”, recebeu o autor António Branco, para a apresentação do seu livro “Transitoriamente Reitor”.
Capa-livroAB.jpg

-Notícia com o título HÁ FUNCIONÁRIOS DA UNIVERSIDADE DO ALGARVE A PASSAR FOME e a denúncia feita pelo novo reitor daquela instituição,(António Branco) em vésperas da sua tomada de posse.


  • in https://arquivo.pt:


- 1999 - Artigo dirigido à Prof. Dra. Margarida Vieira Mendes a propósito do cânone literário dos programas de Literatura Portuguesa do Ensino Secundário

- 2007 - Elogio da antiga aluna da UALG Jacinta Correia ao Prof.Dr. António Branco

- 2009 - No âmbito da celebração dos 30 anos da Universidade do Algarve, o grupo de teatro A Peste - Associação de Pesquisa Teatral - apresentou a peça Fando e Lis, de Fernando Arrabal, com a Direção artística de António Branco