Bandeira, José Ramos

From Wikipédia de Autores Algarvios
Jump to: navigation, search

Jose ramos bandeira1.jpg Jose ramos bandeira.jpg

  • José Ramos Bandeira

Faro, 18/08/1906 - Coimbra, 28/10/1991

Professor Catedrático. Farmacêutico. Investigador. Escritor. 


  • Notas Biográficas

José Ramos Bandeira realizou os estudos liceais em Faro (1916/17 a 1922/1923) ingressando, seguidamente, na Universidade de Coimbra onde se licenciou em Farmácia (1927) com a média de 17 valores e mais tarde em Ciências (1933). Obteve o grau de Doutor, pela Universidade do Porto, com a tese a tese intitulada "Sobre a aferição de vacinas bacterianas" (1944). Inicia, em 1930, a carreira universitária como assistente provisório da Faculdade de Farmácia da Coimbra tendo alcançado a cátedra em 1970. Nesta Faculdade exerceu diversos cargos de gestão: secretário, professor bibliotecário, diretor dos Laboratórios de Farmácia Galénica, de Criptogamia e Fermentações, de Criptogamia e Fermentações, Microbio-logia e Higiene, de Química Biológica e Análises Bioquímicas. Ensinou Microbiologia, Microbiologia Aplicada, Criptogamia e Fermentações, Farmácia Galénica, Higiene, Química Biológica e Análises Bioquímicas, Bacteriologia e Análises Bacteriológicas, Farmacodinamia, Toxicologia e Análises Toxicológicas, Química Farmacêutica Inorgânica, Química Farmacêutica Orgânica. Também desempenhou outras funções enquanto professor universitário, tendo sido membro de júris de provas académicas, dirigente do Centro de Estudos Farmacêuticos da Faculdade de Farmácia (financiado pelo Instituto de Alta Cultura). Integrou a Sociedade Farmacêutica Lusitana, foi membro correspondente da Academia Nacional de Farmácia (Brasil) e sócio do Instituto de Coimbra. Paralelamente, desenvolveu a dimensão da investigação com a publicação de inúmeros trabalhos e estudos de investigação laboratorial, sobretudo em Microbiologia. Publicou estudos nas revistas Notícias Farmacêuticas e Boletim da Escola (depois Faculdade) de Farmácia (da Universidade de Coimbra) e em outras revistas: Anais da Faculdade de Farmácia do Porto, Boletim da Escola de Farmácia de Lisboa, Boletim Geral das Colónias, Revista Portuguesa de Farmácia, Eco Farmacêutico, Acção Farmacêutica, O Monitor da Farmácia, Revista de Ginecologia e Obstetrícia. Em Coimbra, era proprietário de um Laboratório de Análises muito prestigiado. Como diretor da Faculdade de Farmácia (1963-1974) conseguiu concretizar uma velha aspiração, a reposição do estatuto de Faculdade, em 1968. Entendendo a importância da preservação do espólio de diferentes épocas, no que ao desenvolvimento das ciências farmacêuticas dizia respeito, dedicou-se à a preservação do espólio antigo da Faculdade de Farmácia com vista à instalação de um futuro museu. A coleção hoje existente na Faculdade de Farmácia apresenta peças originárias, sobretudo de dois laboratórios: de Tecnologia Farmacêutica (o mais abundante) e de Farmacognosia. É considerado um pioneiro e visionário da museologia farmacêutica.
Foi-lhe atribuída a comenda da Ordem do Mérito da República Italiana em 1972. Integra a toponímia de Faro dando o seu nome a rua do concelho.


Bandeira.jpg Bandeira1.jpg Bandeira3.jpg

  • Bibliografia (Algumas obras):

- Universidade de Coimbra - Edifícios do corpo central e Casa dos Melos (2 volumes), (1943-1947).
-Alguns Comentários à Farmacopia Portuguesa
-A Farmácia e o Império Português
-Universidade, Investigação e Medicamento
-A Colaboração da Indústria nas Publicações de Carácter Científico
-Bosquejo Histórico do Ensino da Farmácia em Portugal
-Ácêrca da inquinação de um produto farmacêutico industrializado, (1934).